Azeite e Saúde

.

Colocar no meu Blog!

Azeite e saúde... Pela engª Ana Monteiro...

"O azeite é fundamental à saúde humana, basta lembrar, que ele está presente na roda dos alimentos e é a única gordura vegetal que pode ser consumida diretamente crua.Inúmeras investigações foram realizadas por cientistas, onde o azeite, devido às suas características químicas, biológicas e organoléticas aliadas às suas propriedades preventivas e terapêuticas, provaram que é a única gordura ímpar do mundo, plenamente saudável e insubstituível.

Entre várias investigações, os habitantes do sul da Europa, atribuem ao azeite um dos produtos alimentares que reduz a incidência de acidentes cardiovasculares. Isto acontece, devido ao azeite ser um sumo de fruta natural, que conserva o sabor, o aroma, as vitaminas, os antioxidantes e todas as propriedades deste fruto.O azeite tem um valor calórico de nove gramas por cada grama, o mesmo valor que qualquer outra gordura animal ou vegetal. As gorduras (Lípidos) são nutrientes fundamentais para o organismo humano. Eles têm como principal função a energética que resulta do bom funcionamento físico e intelectual, e por fim, protegem-nos do frio.

No azeite, existe os ácidos gordos insaturados, fundamentais para o nosso organismo. Em estudos recentes, foram detetados várias propriedades saudáveis no consumo do azeite mas, nunca podemos esquecer que os primórdios extraiam o azeite e afirmavam que era o "ouro líquido" devido aos seus valores benéficos.Já na Grécia antiga os famosos atletas, altos e musculosos, tratavam o seu corpo com azeite.


E como tudo na sua cultura o belo era o aus assim, para manter a flexibilidade muscular e a hidratação da pele untavam.Também há referências que as mulheres para terem o seu cabelo belo, forte e são faziam uma mistura de sumo de azeitona, sumo de limão, cerveja e gema do ovo e aplicavam no cabelo, procedendo com massagens.Nessa antiguidade a criação dos cremes, para o corpo, também tinham "receitas". Assim, as mulheres amassavam a argila com o azeite criando uma massa que era aplicada no corpo. A junção destes componentes eram e ainda são um produto saudável, natural e eficaz para a conservação, hidratação e limpeza da pele.Tantos os Romanos como os Gregos tornaram-se peritos na descoberta de várias aplicações e criações, muitas delas, são a base de vários tratamentos ou simplesmente de vários produtos; temos como exemplo os sabonetes, óleos corporais, entre outros, que estão presentes ainda nos dias de hoje.
Resumindo, o "ouro líquido" afirma-se como um produto alimentar, medicinal e de cosmética. Na medicina são inúmeros os fatores vantajosos para o ser humano tais como:
-É uma gordura essencialmente moinsaturada, detentora das Vitaminas E e K e de outros antioxidantes naturais como o caroteno e polifenóis, os quais, ajudam o nosso organismo a defender dos "radicais livres";

-Estimula o crescimento e a absorção de cálcio, fazendo assim, o favorecimento da mineralização óssea; -Reduz o nível de colesterol nocivo (LDL) no sangue e aumenta o nível de colesterol "Bom" (HDL);

-Previne doenças cardiovasculares como: arteriosclerose, trombose, enfarte cardíaco e acidentes vasculares cerebrais;
-Previne o desenvolvimento de diabetes, ou seja, favorece o metabolismo melhorando a assimilação de açúcar e a tolerância à glucose;
-Protege o aparelho digestivo e ajuda nas suas funções;
-Ajuda no bom funcionamento da vesícula biliar evitando a formação de cálculos;
-Regula o trânsito intestinal, não irritando os intestinos;
-Contribui para a prevenção de alguns tipos de câncer como o da mama, do cólon e da próstata;

-Combate o envelhecimento dos tecidos e órgãos humanos devido à vitamina E;
-As suas propriedades antioxidantes previnem doenças como o Alzhimer e as Cataratas;
-Benéfico para o sistema nervoso e cerebral;-Hidrata e tonifica a pele, etc...

Nas crianças, é fundamental introduzir um azeite suave, nas suas primeiras sopinhas após a desmamada. Este facto, deve-se à composição do azeite porque tem ácidos gordos essenciais (ácido oleico), que se aproximam ao do leite materno. Sendo assim, a mãe, deve introduzir gradualmente nos alimentos que cozinha, para o seu bebé, um azeite suave que ajuda ao sucesso de um bom crescimento e desenvolvimento."".

§ Eng.ª e D.er Ana Monteiro, junho de 2015 Céd. Prof. N.º 442