.

.

Colocar no meu Blog!

Como se cria uma caixa de azeite...Pela eng.ª Ana Monteiro...

 "Inicialmente, a D.er Ana Monteiro, cria o rótulo e posteriormente adapta o design à caixa, o qual, vai conter várias garrafas de um determinado grupo de azeite. 

A D.er também criou vários pictogramas (imagens visuais), que apelam à obrigatoriedade de se manter a caixa na vertical, à proibição do produto estar em contacto com a fonte de calor, à proteção do produto junto de água, à indicação da embalagem ser de vidro e à referência da quantidade de unidades.

Estas caixas foram feitas em cartão FB (fino branco), têem uma gramagem de 449 gr/m2 e foram impressas segundo o método de impressão flexográfica.

A personalização do design da caixa aliado à qualidade do azeite oferece ao consumidor final a opção de um produto de qualidade, cujo conteúdo foi devidamente certificado pelos laboratórios aprovados pelo COI (International Olive Oil Council).

Para a fase de criação usou o programa vetorial, onde é planificada a caixa com todas as medidas exactas aplicando vários elementos vetoriais.

Na caixa dá destaque à marca, posteriormente ao grupo, ao tipo de azeite correspondente, à acidez máxima, à quantidade de garrafas e, por último, à indicação do conteúdo de cada unidade.

Dada à tecnologia da nossa aldeia global existe um novo código designado como QR Code. Através de programas específicos, a D.er Ana Monteiro criou este código que vai ser lido por telemóveis de "última geração". Para esse efeito, deve ser instalado no telemóvel a respetiva aplicação destinada a leitura/scanner de códigos, o qual irá direciona-lo para o link (endereço eletrónico) da marca de azeite.


Sendo assim, uma pessoa que tem um telemóvel e que se encontra nos hipermercado/ supermercado/ loja e está a ver esta caixa, pode fazer o scan com uso de um telemóvel e aceder ao blogue do azeite da marca, obtendo assim, várias informações acerca do produto em questão.

Lateralmente, foi aplicada o nome do embalador e outras informações para conhecimento do recetor, como por exemplo, a conservação do produto. 

Após a criação da caixa, o ficheiro é enviado para a empresa de produção gráfica.

De seguida, foram transportadas até à empresa embaladora/exportador, onde se molda manualmente cada caixa pelos vincos. 

Um técnico, que está na linha de embalamento, com uma caixa montada, aguarda pela garrafa de azeite finalizada. Este técnico, controla a qualidade, verificando a fidelidade da rotulagem e do encapsulamento de cada garrafa. Após aprovação, as garrafas são inseridas nas caixas com ou sem separadores (conforme solicitação do cliente).

Quando se terminou de embalar a quantidade para a realização do contentor completo, as caixas foram transportadas para dentro do contentor de 20´ ou 40", os quais, seguem para o porto de Lisboa e será embarcado num porta contentores rumo ao nosso estimado mercado brasileiro! 

 ".§ [Eng.ª C.T.A.G. e D.er] Ana Monteiro, junho de 2015 Céd. Prof. N.º 442